13 outubro 2016, Comentários: 0

De acordo com a lei brasileira, no terceiro domingo do mês de outubro, os relógios em alguns estados devem ser adiantados em uma hora. O que dá início ao chamado horário de verão.

Horário de verão

Essa mudança deverá se manter até o terceiro domingo do mês de fevereiro, quando os relógios são retrocedidos para o horário normal.

O horário de verão serve para minimizar a sobrecarga de consumo durante alguns picos diários.
As horas de maior consumo de energia do dia (final da tarde) ocorrem quando as pessoas chegam em suas casas e ligam seus equipamentos eletrônicos, aumentando a demanda de energia.

O que o Horário de verão pode influenciar na TI da minha empresa?

O Horário de verão pode influenciar principalmente no horário de cadastros, ou então em alguns processos cronometrados.
É interessante salientar que a mudança de horário pode apenas fazer seu sistema identificar um numero errôneo em praticas cronometradas.

Imagine um paciente que deu a entrada no hospital as 23:55 foi medicado e as 00:35 ele foi liberado.
O sistema aponta como quarenta minutos de atendimento, se não for efetuado nenhum processo correto no ambiente, o mesmo atendimento vai acusar no sistema 1:40.

Também existem os casos em que ninguém efetuou nenhuma manutenção no servidor e neste caso seu sistema ficará 1 hora atrasado até o momento em que alguém altere a data.
Não se assuste se você chegar para trabalhar no horário correto e o sistema informar que você esta adiantado.

Isto não me parece um grande problema, por que devo me preocupar?

Para uma empresa séria onde os dados geram analises gerando informações uteis para a mesma, é sim um problema sério.

Para empresas que são 24×7 e não possuem janela de parada, estes dados errados são uma complicação para toda a área de TI.

Agora o problema mais sério mesmo é o retorno do horário de verão. Caso você não efetue o processo correto, terá dados negativos no controle de tempo.
No exemplo acima um paciente teria o tempo de atendimento de -00:20 minutos.

Como fazer para automatizar esses processos?

O primeiro passo é garantir que seus servidores esteja configurados o NTP (Network Time Protocol) correto.

No Brasil temos o site ntp.br que pode lhe auxiliar nesse aspecto.

Alem de configurar o NTP, o correto é acompanhar o processo de mudança. Isto mesmo, acompanhar o processo de mudança garante que o processo foi efetuado e testado.

A MigraTI presta apoio a empresas que desejam terceirizar esta responsabilidade, gerenciando a mudança de horário. Consulte-nos e veja nossos planos especiais para este trabalho.

Comments are closed.